Physical Therapy - Ostheopaty - Global Postural Reeducation

Physical Therapy, Ostheopaty, Global Postural Reeducation

abril 27, 2010

Questões, Dúvidas e Reflexões

Caros leitores,
Há algum tempo que decidi escrever este post. Há algum tempo que desejo que este blog seja mais nosso do que meu.
Ando a bater às portas, será que as tenho conseguido abrir?
Até que ponto são importantes as questões abordadas? Até que ponto respondem às vossas dúvidas e às minhas?
Assim, enquanto outras questões mais pertinentes não baterem à minha porta, gostaria de escrever posts sobre temas sugeridos por aqueles que me mantém a escrever: os números anónimos de pessoas que continuam a abrir esta porta, o blog AllFisio.
Conto com as vossas Questões, Dúvidas e Reflexões.

abril 11, 2010

Remédio para todos os males

Trabalhar na área da saúde: um privilégio

Caros leitores, hoje escrevo para todos os técnicos de saúde, fisioterapeutas, enfermeiros, farmacêuticos, médicos, psicólogos,...
Quando paro e penso no meu trabalho considero-me uma privilegiada. Quem trabalha em saúde tem o privilégio de assistir à caminhada do ser humano em momentos marcantes da sua existência. No dia a dia somos como cebolas andantes, cheias de capas e máscaras. No entanto, quando estamos doentes, baixamos todas as armas, todas as defesas e somos nós, para o bem e para o mal. Quem trabalha na saúde "bebe" o ser humano em todo o seu esplendor, em toda a sua verdade. É a vida a saltitar.
Ao longo do tempo tenho começado a perceber algo de mágico que os doentes sentem em momentos de gravidade. Uma serenidade, um bater contra a parede que lhes revela o segredo da vida, que os faz tomar consciência, que os faz apreciar o belo, o verdadeiro, o essencial. Cria-se um fosso entre os que sofrem este abanão e os seus próximos. E nós, profissionais de saúde, estamos presentes. Podemos ser espectadores desatentos ou alunos da vida.  E para aqueles que lidam diariamente com a vida e a morte, uma mensagem, uma palavra de coragem: mais do que ser heróis do impossível, muitos doentes esperam de nós o conforto, o carinho e um sorriso nos seus últimos momentos de vida.
Procuremos ser humildades e sedentos de aprender, com os nossos pacientes e a nossa vida terá certamente muito mais cor.
Um agradecimento muito grande a todos os meus pacientes que comigo vão partilhando e me ensinam a viver.